Páginas

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

MUNICÍPIOS CRIADOS NO TERRITÓRIO DA ANTIGA CAMPANHA DA PRINCESA.

 Este trabalho foi feito pelas alunas de Sion, na época dos 200 anos da Campanha-MG. Aqui aparecem como filhas da Campanha, as cidades de Baependi, Jacuí, Pouso Alegre, Itajubá, São Gonçalo do Sapucaí,  Três Corações, Lambari e Lavras. Em 1948 nasceu a caçulinha Monsenhor Paulo.

CONHEÇA 4 PAÍSES COM MELHORES SISTEMAS EDUCACIONAIS.


Conheça 4 países com os melhores sistemas educacionais Universia Brasil - 24/10/2016

Os sistemas educacionais ao redor do mundo têm sido testados e redefinidos para produzir bons resultados acadêmicos e formar cidadãos mais preparados. Onde quer que esteja localizada a sua escola, sem dúvida ela é influenciada pelo mindset e a cultura do seu país. Apesar de nenhum dos sistemas ser perfeito, existem algumas nações que tiveram ótimos ganhos e resultados acadêmicos com seus sistemas de ensino, além de habilidades pessoais que ajudaram os alunos a se destacarem na vida e no mercado de trabalho.

A seguir, conheça 4 países com sistemas educacionais exemplares e que servem de exemplo para redefinirmos nossas prioridades e melhorar o ensino brasileiro:

JAPÃO

Desenvolvendo o caráter antes do conhecimento

Qualquer um que já tenha visitado o Japão deve ter botado que o povo japonês é extremamente educado e com hábitos exemplares. O motivo desse comportamento impecável é que a cultura do país é voltada para a construção do caráter da criança antes mesmo do processo educacional, com provas e aulas expositivas.

Os primeiros anos da vida escolar de uma criança no Japão é dedicado ao desenvolvimento do respeito pelo próximo, compaixão e generosidade, bem como introduzir os conceitos de certo e errado, justiça, autocontrole e determinação. Essas habilidades estabelecem o equilíbrio necessário para ter sucesso dentro da sala de aula e por todo o resto da vida do estudante.

Os alunos limpam suas próprias salas de aula

Enquanto muitas escolas contratam profissionais para limpar cada canto da escola, no Japão as salas de aula, corredores, restaurantes e lanchonetes e até mesmo o banheiro são limpos pelos próprios alunos.

Divididos em grupos, os estudantes fazem da limpeza um hábito diário. O objetivo dessa prática não é somente ensiná-los a importância da limpeza, mas também como trabalhar em equipe e ter respeito por seu próprio trabalho e o trabalho das outras pessoas.

FINLÂNDIA

Menos é mais

A Finlândia também está no hall dos países aclamados por seu sistema de ensino exemplar. Parte desse sucesso se deve ao midset do “menos é mais”. Os professores na Finlândia gastam cerca de 600 horas anuais dentro da sala de aula, o que representa a metade das horas cumpridas pelos professores nos Estados Unidos. A vantagem de ficar menos tempo parados, falando em frente aos alunos dentro de uma sala de aula, é que os docentes ganham mais tempo para investir em suas próprias habilidades e desenvolvimento profissional, o que tem resultado em uma maior qualidade, e não quantidade, das horas ensinadas. Ou seja, ganho para os professore e ganho para os alunos.

Mais tempo fora da sala de aula

A Finlândia e outros países escandinavos, como a Noruega e a Suécia, dão grande importância ao contato com a natureza. Por esse motivo, as crianças na Finlândia passam um grande período de tempo explorando e brincando do lado de fora da sala, o que oferece aprendizados tão importantes quanto os que são dados em classe.

Mesmo durante o rigoroso inverno, é possível ver crianças brincando ou tendo lições nas florestas e montanhas do país. Além de evitar o sedentarismo e encorajar os pequenos a serem mais ativos, estar perto da natureza também oferece benefícios para a mente e para o bem-estar dos alunos.

SINGAPURA

Maiores investimentos em tecnologia

Singapura é um dos países com as melhores estatísticas em conclusão do período escolar na Ásia e também no mundo, graças a investimentos massivos em tecnologia na sala de aula para professores e alunos.

No país, acredita-se que a tecnologia tem um papel essencial para melhorar as escolas e também as oportunidades de acesso à informação. Os investimentos em práticas escolares mais tecnológicas incluem internet de alta velocidade para todos e livros em plataformas digitais, fazendo com que os materiais didáticos sejam mais acessíveis, especialmente para os estudantes com menor poder aquisitivo.

A importância da psicologia positiva

Nos últimos anos, o sistema de ensino de Singapura passou por uma reforma profunda. Uma das mudanças aplicadas foi o desenvolvimento de habilidades sociais e emocionais, baseadas em recentes descobertas da psicologia positiva, que contribuem para a criação de um novo mindset e maior resiliência. Essas mudanças são fundamentais dentro da sala de aula e foram aplicadas para moldar a forma como as matérias são ensinadas, além de estimular a positividade na vida das crianças.

ALEMANHA

Não há competição entre as escolas

Em grande parte dos países, existem provas e competições utilizadas para comparar o nível de diferentes escolas. Com isso, é colocada uma imensa pressão nas crianças para que tenham a melhor performance possível. Na Alemanha, esses índices não são publicados, o que significa que as escolas não estão constantemente preocupadas com sua reputação e ficam menos focadas nesse único objetivo.

As escolas alemãs garantem que não ter um monitoramento excessivo dos alunos e professores garante que o docente possa agir de forma mais criativa, se preocupando mais com o processo de educação em si do que em alcançar resultados pressionando os estudantes.

Menor segregação entre os diferentes níveis de aprendizado

Separar as crianças com diferentes níveis de aprendizado é uma prática bastante comum ao redor do mundo, colocando-as em salas de aulas distintas. Na Alemanha, no entanto, as escolas atuam de forma mais generalizada e compreensiva, permitindo que crianças de diferentes níveis possam aprender juntas, na mesma sala de aula. Isso diminui a segregação entre os estudantes e aumenta a flexibilidade em lidar com pessoas diferentes.

Existe o ensino perfeito?

Ainda não existe um sistema educacional que inclua todas as necessidades, opiniões e diferenças culturais, mas uma coisa que se destaca em todos eles é o investimento em estratégias emocionais e positivas, que ajudam a desenvolver as habilidades e mindsets necessários para o resto da vida da criança. Além disso, a valorização do investimento na qualidade dos professores também aparece como algo importante e comum aos grandes sistemas de ensino.

SEMPRE PODEMOS ESPERAR POR ALGO MELHOR Marcial Salaverry

SEMPRE PODEMOS ESPERAR POR ALGO MELHOR Marcial Salaverry

Resultado de imagem para sempre coisas melhores virao
Por maiores que sejam os problemas, sempre devemos
pensar que não há mal que nunca se acabe, e que certamente, dias melhores virão,
sempre esperando algo melhor por vir no porvir. Abraços

SEMPRE PODEMOS ESPERAR POR ALGO MELHOR
Marcial Salaverry


Se algo de mau aconteceu, causando-nos algum mal, devemos acreditar que sempre podemos esperar por algo melhor para consertar os danos sofridos, nunca esquecendo de que cada dia sempre será um novo dia, e que o ontem acabou, assim como o amanhã não chegou ainda, e assim, devemos encarar o dia de hoje, que deverá ser pior, que o de amanhã, mas melhor que o de ontem. Então, vamos a ele, vivendo-o como nos for possível faze-lo.
O dia de hoje começou bem. Afinal, acordamos, e se acordamos, é porque estamos vivos. E alguém quer sentir melhor sensação do que a de estar vivo? Problemas, existem, sempre existiram, e sempre existirão. E devem ser resolvidos, ou adiados, se a solução for muito complicada, o que depende de circunstâncias da vida. O que conta é aquela agradável sensação de sentir-se vivo. Abrir os olhos, dar aquele "Bom Dia, Amigão", aquele "Bom Dia meu amor" a quem o merecer, estando ou não ao lado, levantar, depois olhar no espelho e poder dizer "Eu te amo, cara". Depois disso o dia está perfeito. Estamos prontos para encarar seus desafios.
Penso que, realmente o que de melhor existe é o pensamento positivo, mas convenhamos que isso não é o suficiente, pois não adianta ter-se pensamento positivo se as coisas desejadas estão muito acima das possibilidades, e temos que ser também realistas para fazer um parâmetro entre o desejado e o exequível.
É importante saber amar o que se consegue obter. Existe muita gente que luta, luta, para conseguir um objetivo, e depois olha para aquilo que conseguiu e exclama: "Pô... tanta luta para isso?" Essa insatisfação sempre atrapalha um pouco a vida, pois devemos sempre dar valor ao que conquistarmos. Vamos apreciar o resultado da batalha, vamos gostar daquilo que temos, ao invés de continuar só cobiçando o inatingível. Concordo com o que poderão dizer alguns, que é a ambição que move o mundo, e que devemos sempre tentar novos objetivos. Apenas, não devemos ter a ambição desmedida. Já que conseguimos atingir uma meta, vamos dar valor ao que conseguimos, ou seja, amar o que temos, depois traçar novos planos.

O principal, é nos conhecermos. Saber de nossas reais possibilidades. Procurar descobrir qual nossa vocação e o que realmente gostamos de fazer. Depois, vem a parte mais importante, que é ver se existem condições para a execução desses planos, para não sermos obrigados a abandonar certos projetos no meio do caminho, pois na vida temos que ser práticos, e procurar fazer aquilo que for executável. Não adianta traçar objetivos inalcançáveis, para depois ficar lamentando que não tem sorte na vida, e que Deus o abandonou, quando na verdade o que houve foi um planejamento mal direcionado, e Deus não tem culpa das bobagens que fazemos. Assim sendo, o mais importante é planejarmos nossas ações.
E para bem começar, é interessante sempre poder fazer de cada dia, UM LINDO DIA.

domingo, 30 de outubro de 2016

USANDO A CRIATIVIDADE PARA ATRAIR.

Por que uma biblioteca na Califórnia está emprestando outras coisas além de livros

Ana Freitas - Nexo - 17/10/2016

A biblioteca pública da cidade de Sacramento, na Califórnia, é composta por um sistema de 28 unidades distribuídas pela cidade. Normalmente, além do catálogo de livros, CDs revistas e jornais, as bibliotecas oferecem computadores públicos, Wi-Fi gratuito, e-books e audiobooks para empréstimo, além de serviços gratuitos de impressão. Até aqui, nada de novo.

Uma das unidades, no entanto, inaugurou em 2015 um serviço pouco ortodoxo para uma biblioteca. Agora, eles também fazem empréstimo de coisas – algumas só podem ser usadas dentro da biblioteca, enquanto outras podem ser levadas para casa. São jogos de tabuleiro, equipamentos tecnológicos, videogames, ferramentas e máquinas de costura.

Como funciona a ‘coisoteca’

Nos EUA, existem espaços para empréstimo de ferramentas desde os anos 1970. Hoje, há 40 desses lugares espalhados pelo país. Há também centros de empréstimo de sementes espalhados pelo país. Mas é a primeira vez que uma biblioteca tradicional, de livros, agrega empréstimo de outros objetos.

Os equipamentos disponíveis na biblioteca são gratuitos para empréstimo e foram financiados por meio de verba de um órgão federal, o Instituto Norte-americano de Museus e Serviços de Biblioteca, ou doados pela comunidade. Estes são alguns itens da “coisoteca” de Sacramento:

Para levar para casa: aparelhos de videogame, máquinas de costura, instrumentos musicais, jogos de tabuleiro, máquinas para confecção de bottons, impressora de tecidos, laminadora, projetores, câmera filmadora para esportes, mesa digitalizadora.

Para usar na biblioteca:ferramentas e oficina de bicicletas, scanner 3D, laboratório de impressão 3D, máquina de costura profissional.

Para pegar os itens da “coisoteca” emprestados é preciso ser residente nos EUA, ser maior de 18 anos – exceto no caso dos videogames – e se cadastrar gratuitamente como membro do sistema público de bibliotecas da Califórnia. Como no caso de empréstimos tradicionais de livros, atrasos na devolução geram cobrança de multa.

Um dos objetivos do serviço de empréstimo de itens é atrair as pessoas de volta ao espaço da biblioteca. A revolução digital, que democratizou o conhecimento e mudou a lógica de acesso a bens culturais, gerou um questionamento sobre a função desses espaços no mundo moderno.

“É quando você cria um projeto que chama a atenção das pessoas que você as lembra de outras coisas que uma biblioteca tem a oferecer.”

Lori Easterwood

Responsável pela biblioteca de “coisas” de Sacramento

Entre educadores, bibliotecas não são vistas apenas por sua função pragmática, a de empréstimo de livros. Elas também atuam como centros culturais e sociais, além da função educacional. A inclusão de empréstimo de outros itens que não sejam livros faz parte da dimensão mais ampla da função de uma biblioteca: reunir a comunidade para promover conhecimento e debates sobre questões pessoais e locais relevantes.

Como é no Brasil

Não há “coisotecas” públicas no país. Serviços de empréstimo de coisas, geralmente, funcionam por meio de iniciativa privada – há uma série de aplicativos para celular com essa função, na qual usuários oferecem e pedem equipamentos emprestados a outras participantes da rede.

Em São Paulo, no entanto, uma alternativa para centros culturais que permitem uso gratuito de ferramentas e oferecem oficinas na área de criação são os FabLabs. Em dezembro de 2015, a prefeitura da cidade inaugurou o primeiro desses centros. Hoje, há doze deles espalhados pela cidade.

Os FabLabs disponibilizam, além de cursos, máquinas e ferramentas para criação, todos associados à chamada “cultura maker”. São impressoras 3D, cortadoras laser, computadores com software de modelagem e fresadoras, por exemplo. Os centros também mantêm instrutores que ensinam como usar os equipamentos.

O CÂNCER TEM UM COMPONENTE ESPIRITUAl ?

 Entenda...


Recentemente, na Califórnia, nos Estados Unidos, Hannah Powell-Auslam, uma menina de 10 anos de idade, foi diagnosticada com câncer de mama, um caso considerado, extremamente, raro (carcinoma secretório invasivo). Os médicos fizeram uma mastectomia, mas o câncer se espalhou para um nódulo e Hannah terá que passar por outra cirurgia, ou por tratamento de radioterapia.

Outro caso instigante é o das duas gêmeas idênticas britânicas, diagnosticadas com leucemia, com apenas duas semanas de intervalo. O drama das meninas Megan e Gracie Garwood, de 4 anos, começou em agosto de 2009. "Receber a notícia de que você tem três filhos e dois deles têm câncer é inimaginável", afirmou a mãe das meninas. "Você fica pensando o que fez para merecer isso". Câncer é uma palavra derivada do grego “karkinos”, a figura mitológica de um caranguejo gigante, escolhida por Hipócrates, para representar úlceras de difícil cicatrização e que, ao longo do tempo, consagrou-se como sinônimo genérico das neoplasias malignas. Há mais de cem tipos diferentes de câncer, que variam, ao extremo, em suas causas, manifestações e prognósticos.

Diferentemente do câncer em adultos, em que se leva em conta aspectos do comportamento como fumo, alcoolismo, alimentação, sedentarismo e exposição ao sol, a medicina, ainda, não conseguiu estabelecer os verdadeiros fatores de risco do câncer pediátrico. Os casos de Hannah Powell-Auslam, Megan e Gracie Garwood bem que podem entrar nas estatísticas brasileiras do câncer infanto-juvenil, que atinge crianças e adolescentes de um a 19 anos. Segundo pesquisa divulgada pelo Inca (Instituto Nacional de Câncer) e pela Sobop (Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica), o câncer é a doença que mais mata os jovens, na faixa dos cinco aos 18 anos, no Brasil. Pesquisa indica o surgimento de, aproximadamente, 10 mil casos de câncer infanto-juvenil, a cada ano, no Brasil, a partir do biênio 2008/2009. O agravante é que o câncer, nos adolescentes, costuma ser mais agressivo do que nos adultos, e é mais difícil de ser diagnosticado, segundo Luiz Henrique Gebrin, Diretor do Departamento de Mastologia do Hospital Pérola Biynton, em São Paulo (SP).

Será o câncer, então, uma obra do acaso, uma “punição divina” ou um “carma” do espírito? Hoje, à luz da Ciência médica, pode-se afirmar que o fator predominante da carcinogênese é, sem dúvida, o comportamento humano: tabagismo, abuso de álcool, maus hábitos alimentares e de higiene, obesidade e sedentarismo, os quais são responsáveis por quatro, em cada cinco casos de câncer e por 70% do total de mortes. Os cânceres por herança genética pura, ou seja, que não dependem de fatores comportamentais e ambientais, são menos de 5% do total.

A experiência corrobora, pois, que o câncer é uma enfermidade, potencialmente, “cármica”. Estamos submetidos a um mecanismo de causa e efeito que nos premia com a saúde ou corrige com a doença, de acordo com nossas ações. A criança de hoje foi o adulto de antanho. “O corpo físico reflete o corpo espiritual que, por sua vez, reflete o corpo mental, detentor da forma”. (1) “Os que se envenenaram, conforme os tóxicos de que se valeram, renascem, trazendo as afecções valvulares, os achaques do aparelho digestivo, as doenças do sangue e as disfunções endocrínicas, tanto quanto outros males de etiologia obscura; os que incendiaram a própria carne amargam as agruras da ictiose ou do pênfigo; os que se asfixiaram, seja no leito das águas ou nas correntes de gás, exibem os processos mórbidos das vias respiratórias, como no caso do enfisema ou dos cistos pulmonares; os que se enforcaram carreiam consigo os dolorosos distúrbios do sistema nervoso, como sejam as neoplasias diversas e a paralisia cerebral infantil; os que estilhaçaram o crânio ou deitaram a própria cabeça sob rodas destruidoras, experimentam desarmonias da mesma espécie, notadamente as que se relacionam com o cretinismo, e os que se atiraram de grande altura reaparecem, portando os padecimentos da distrofia muscular progressiva ou da osteíte difusa.” (2)

“A cura para o câncer não deverá surgir nos próximos dez anos” (3) é o que afirma o articulista da Revista Time, Shannon Browlee. Talvez os cientistas nunca encontrem uma única resposta, um único medicamento capaz de restaurar a saúde de todos os pacientes com câncer, porque um tumor não é igual ao outro. Os espíritas sabem que não existem doenças e sim doentes. Em verdade, "todos os sintomas mentais depressivos influenciam as células em estado de mitose, estabelecendo fatores de desagregação.” (4) Apesar dos consideráveis avanços tecnológicos, em busca do diagnóstico precoce e do tratamento eficaz, a Medicina e a Ciência, em geral, estão, ainda, distantes de dominarem o comportamento descontrolado das células neoplásicas.

Obviamente, não precisamos insistir na busca de vidas passadas para justificar o câncer: As estatísticas demonstram grande incidência de câncer no pulmão, em pessoas que fumam na atual encarnação. Muitas formas de cânceres têm sua gênese no comportamento moral insano atual, nas atitudes mentais agressivas, nas postulações emocionais enfermiças. “O mau-humor é fator cancerígeno que ora ataca uma larga faixa da sociedade estúrdia.” (5) O ódio, o rancor, a mágoa, a ira são tóxicos fulminantes no oxigênio da saúde mental e física, consomem a energia vital e abrem espaços intercelulares para a distonia e a instalação de doenças. São “agentes poluidores e responsáveis por distúrbios emocionais de grande porte, são eles os geradores de perturbações dos aparelhos respiratório, digestivo, circulatório. Responsáveis por cânceres físicos, são as matrizes das desordens mentais e sociais que abalam a vida” (6)

Falando sobre doença cármica, “o câncer pode, até, eliminar as sombras do passado, mas não ilumina a estrada do porvir. Isso depende de nossas ações, da maneira como arrostamos problemas e doenças.

Quando a nossa reação diante da dor não oprime aqueles que nos rodeiam, estamos nos redimindo, habilitados a um futuro luminoso. "Quando nos rendemos ao desequilíbrio ou estabelecemos perturbações em prejuízo contra nós (...), plasmamos nos tecidos fisiopsicossomáticos determinados campos de ruptura na harmonia celular, criando predisposições mórbidas para essa ou aquela enfermidade e, conseqüentemente, toda a zona atingida torna-se passível de invasão microbiana.” (7) Outra situação complicada é o aborto que “oferece funestas intercorrências para as mulheres que a ele se submetem, impelindo-as à desencarnação prematura, seja pelo câncer ou por outras moléstias de formação obscura, quando não se anulam em aflitivo processo de obsessão.” (8)

O conhecimento espírita nos auxilia a transformar a carga mental da culpa, incrustada no perispírito, e nos possibilita maior serenidade ante os desafios da doença. Isso influenciará no sistema imunológico. Os reflexos dos sentimentos e pensamentos negativos que alimentamos se voltam sobre nós mesmos, depois de transformados em ondas mentais, tumultuando nossas funções orgânicas.

Para todos os males e quaisquer doenças, centremos nossos pensamentos em Jesus, pois nosso bálsamo restaurador da saúde é, e será sempre, o Cristo. Ajustemo-nos ao Evangelho Redentor, pois o Mestre dos mestres é o médico das nossas almas enfermas.

Fonte: Jorge Hessen

sábado, 29 de outubro de 2016

SION CAMPANHA MG

Lembrança das meninas de Sion em aula de educação física, em Campanha-MG

DEBATE SOBRE LITERATURA

Editora do Brasil promove debate sobre Literatura Infantil e Juvenil no Rio de Janeiro

Divulgação
A Editora do Brasil realiza no dia 29 de outubro, sábado, no dia Nacional do Livro, às 14h, na Livraria Travessa – Leblon, (auditório Shopping Leblon - Av. Afrânio de Melo Franco, 290 - Leblon - Rio de Janeiro, RJ) uma mesa-redonda sobre Literatura Infantil e Juvenil. O debate se proporá a responder a seguinte questão: “No mundo moderno, tecnológico e aparentemente mais atrativo, não há mais espaço para o bom e velho ato de contar histórias?”. O evento terá a presença de importantes autores infanto-juvenis Anna Claudia Ramos, Ivan Jaf, Júlio Emílio Braz e Rogério Andrade Barbosa. A mediação do encontro será de José Prado. Após o debate, os autores autografarão seus últimos lançamentos publicados pela Editora do Brasil. Entre as novas publicações estão: As outras pessoas, de Ivan Jaf; Corrupto! e Um encontro com a liberdade, de Júlio Emílio Braz; Danite e o Leão, de Rogério Andrade Barbosa e De metamorfoses e de sonhos, de Anna Claudia Ramos.

Sobre os autores:
Anna Claudia Ramos: escritora com dezenas de livros publicados para crianças e jovens. Iniciou sua carreira como autora em 1992 e desde então não parou mais de produzir. Atua também como professora de oficinas literárias, é graduada em Letras e mestre em Ciência da Literatura pela UFRJ. Idealizadora do conteúdo do Manual Flipinha, atua diretamente na curadoria da Flip e de outros programas voltados à leitura. De metamorfoses e de sonhos é seu primeiro livro na Editora do Brasil.

Ivan Jaf: formado em Comunicação e Filosofia pela UFRJ, atua como escritor e roteirista. Publicou mais de 60 livros, a maioria dedicados ao público infantojuvenil. Além de literatura, cria roteiros para cinema, histórias em quadrinhos e peças teatrais. Ganhou importantes prêmios, como o da FNLIJ e da UBE. Pela Editora do Brasil está lançando As outras pessoas (segunda edição) e participa da coletânea Sentimentos: achados e perdidos.

Júlio Emílio Braz: escritor com mais de uma centena de títulos, é um dos nomes mais conhecidos da literatura infantil e juvenil brasileira contemporânea. É também roteirista de diversos conteúdos como HQ e televisão. Abordando temas variados, dialoga diretamente com o universo de seus leitores. Já recebeu distinções como o Jabuti e o Austrian Children Book Award. Pela Editora do Brasil está lançando este ano mais dois livros: Um encontro com a liberdade e Corrupto!.

Rogério Andrade Barbosa: formado em Letras pela UFF, é escritor com mais de 25 anos de carreira. Publicou cerca de 90 livros infantis e juvenis, inclusive com alguns livros traduzidos em diversas línguas. Pesquisador da cultura oral e do folclore, é reconhecido por produzir obras de qualidade nas áreas de literatura afro-brasileira e africana. Recebeu várias distinções, tais como o prêmio da ABL e o altamente recomendável da FNLIJ. Danite e o Leão, em parceria com a premiada ilustradora Ciça Fitippaldi, é seu 3º livro pela Editora do Brasil.


Campinas - Em 29 de outubro, Telma Guimarães autografa seus três lançamentos, pela Editora do Brasil, na Livraria da Vila, em Campinas.

A Editora do Brasil realiza dois eventos na cidade de Campinas-SP para o lançamento dos livros O plano de Celeste, Sun's diary e Um toque de mestre, da autora Telma Guimarães. 

O primeiro acontece em 29 de outubro, sábado, no Dia Nacional do Livro, das 15 às 18h, na Livraria da Vila - Galleria Campinas. Na ocasião, Telma fará uma breve apresentação das obras e, em seguida, promoverá uma sessão de autógrafos. O segundo encontro acontecerá no dia 05 de novembro, sábado, das 8h às 12h30, no Colégio Shalom. A escola tem educação bilíngue e a ênfase maior será com o livro Sun's Diary, além de todos os livros da autora já adotados pelo colégio. Telma fará um bate-papo com os pais, alunos e toda a comunidade escolar. 

Na obra O plano de Celeste, que faz parte da coleção Coisas de Criança, são trabalhados de maneira prazerosa valores importantes para a formação infantil, como a importância da leitura e da cidadania. Sun's diary, escrita em inglês, permite que os leitores aprendam sobre o universo da língua inglesa ao acompanhar o dia a dia de Sun, uma garota cheia de vida, que passa por situações divertidas e outras não tão agradáveis, como toda adolescente. Um toque de mestre aborda a relação aluno e professor e conta sobre as experiências de repressão que este educador viveu na juventude durante a Ditadura Militar no Brasil.

11 CONSELHOS VALIOSOS do querido CHICO XAVIER !

11 CONSELHOS VALIOSOS do querido CHICO XAVIER !

1 - Uma casa espírita é um templo de fé, mas também necessita funcionar como uma escola... Sem estudar a Doutrina e vivenciá-la, colocando em prática os preceitos do Evangelho, não conseguiremos sair do mundo em melhores condições do que quando aqui chegamos.

2 - Entre aqueles que acompanharam Jesus noprimeiro momento, mesmo entre os Apóstolos, muitos eram solteiros, muitos eram casados e muitos eram viúvos, além daqueles que não puderam levar adiante os seus compromissos matrimoniais. Jesus não perguntava a ninguém pela sua condição no campo dos sentimentos. Nós é que nos habituamos a rotular as pessoas.

3 - Se nós, os espíritas, nos preocupássemos mais em exemplificar as lições que os nossos Benfeitores nos transmitem, estaríamos dando à Doutrina, à Fé que professamos, um impulso extraordinário. Infelizmente, achamos que a vivência dos nossos princípios é com os outros e não conosco.”

4 - O livro mediúnico agasalha a alma, mas a peça de roupa que se costura agasalha a esperança de quem esteja prestes a sucumbir... Um pedaço de pão ao faminto vale mais que mil palavras a quem esteja de barriga vazia.

5 - A ociosidade é um abismo. Quem não procura ocupar o seu tempo, tem o espírito tomado pelos pensamentos oriundos de mentes enfermas... Precisamos nos ocupar o dia todo, sendo úteis aos nossos semelhantes, cuidando da casa, do jardim, da lavagem de roupas, da varredura do quintal... A mente desocupada traz doença para o espírito.

6 - Se Jesus nos recomendou perdoar setenta vezes setes vezes aos nossos inimigos, quantas vezes deveremos perdoar aqueles que nos querem bem?

7 - Acredito que Nossa Senhora, o espírito iluminado de Maria de Nazaré, seja de fato a Entidade Espiritual que, com suas diversas aparições venha tentando despertar a Humanidade para as lições do Evangelho de Jesus. A mediunidade não é privilégio dos espíritas. Fenômenos mediúnicos dos mais autênticos acontecem todos os dias com os nossos irmãos de fé católica.

8 - Ninguém perde por tolerar um pouco mais... Certas amizades terminam porque os amigos não foram capazes de relevar as falhas que estavam habituados a relevar um do outro. Mais tarde, verificam que o rompimento foi desnecessário, mas, como já se passou muito tempo, fica difícil retroceder.

9 - Tudo o que estiver sobrando na nossa casa, está fazendo falta em algum lugar.

10 - A humildade não está na pobreza, não está na indigência, na penúria, na necessidade, na nudez e nem na fome. A humildade está na pessoa que, tendo o direito de reclamar, julgar, reprovar e tomar qualquer atitude compreensível no brio pessoal, apenas abençoa...

11 - Eu não sei o que fui no passado... Estou preocupado em saber o que serei no futuro. Para tanto, sei que o tempo presente é fundamental.

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

PALMEIRINHAS INFANTIL DE 1953.

Vejam aqui o PALMEIRINHAS infantil de 1953 que era dirigido pelo Dr. Nelson Dias Ayres.
Quem arrisca escalar este time? 

O QUE ESTIMULA A CRIANÇA A LER É O EXEMPLO.

O que estimula a criança a ler é o exemplo, diz Ana Maria Machado, homenageada da Flica

Roberto Midlej - Correio 24Horas - 15/10/2016

A carioca Ana Maria Machado, 74 anos, é a homenageada da Flica deste ano, que acontece até amanhã. Ontem, ela participou de bate-papo com o público, para falar sobre sua história, em uma conversa mediada pela professora de Letras Mônica Menezes.

Vencedora do Prêmio Jabuti por três vezes, Ana Maria ganhou também o mais importante prêmio da literatura infantojuvenil mundial: o Hans Christian Andersen, pelo conjunto da sua obra. Para o público mirim, escreveu clássicos como Menina Bonita do Laço de Fita e História Meio ao Contrário.

Durante a ditadura, ela não escapou da sanha dos militares e foi mantida presa por dois dias: “Nunca disseram por que fui presa, mas eu dava aula em universidades e fazia parte de movimentos ativistas de oposição. Fiquei detida por dois dias porque, na verdade, eles queriam saber outras coisas”. Receosa, a escritora, que ia começar o doutorado, acabou indo para a França, onde estudou sob orientação de Roland Barthes (1915-1980), um dos maiores filósofos e linguistas do século passado.

Em seu retorno ao Brasil, voltou às redações dos jornais, onde já havia trabalhado antes do exílio. Paralelamente, se dedicou à literatura adulta e à infantojuvenil e chegou a ter, por 18 anos, uma livraria para crianças, o que, talvez, tenha contribuído para alimentar o rótulo de “escritora infantil”.

Apesar de ter uma extensa produção voltada para o público adulto, a senhora se tornou mais popular como autora infantil. A que atribui isso?
Talvez porque, quando comecei a escrever para crianças, havia poucos escritores que pensavam nesse público. E também porque recebi prêmios importantes internacionais, como o Hans Christian Andersen. Mas acho que essa não é uma pergunta para mim. Talvez seja uma pergunta para a mídia, que, não sei por que, criou esse rótulo. Mas não me incomoda isso. O que me incomoda é não poder responder a essa pergunta.

Muitos dizem que as crianças estão cada vez mais dispersas e não se dedicam à leitura. Como estimular que elas leiam?
O que estimula a criança a ler é o exemplo. O exemplo estimula a aprender qualquer coisa. Se a criança come de garfo e faca é porque vê os pais comerem assim. Mas se ela mora numa sociedade onde adultos comem com a mão, ela vai comer com a mão. Então, se ela mora numa família ou numa sociedade em que ninguém lê, ela não vai se interessar por leitura, mas se as pessoas em volta dela leem e falam sobre livros, ela vai se interessar, porque ler é uma atividade como outra qualquer. Eu tive uma livraria por 18 anos no Rio de Janeiro e nunca encontrei uma criança que não gostasse de ler. Ela podia não gostar de ler um ou outro tipo de livro, mas logo descobria outro, futucava e encontrava. E a concorrência da leitura com outras coisas, sempre houve.

As livrarias estão condenadas ao fim, como muitos acreditam?
A livraria e a biblioteca estão mudando. As livrarias estão colocando uns cafés ou um show de vez em quando em seu espaço. Mas é fato que o número de livrarias diminuiu porque há hoje outros meios onde se pode ler, como a internet. E não importa em que meio se lê. O texto pode estar num papel, num papiro ou num pergaminho. A obra de Homero só foi escrita muitos séculos depois da morte dele, porque antes só era transmitida oralmente. No entanto, hoje todos conhecem a Odisseia.

Durante a ditadura militar, a senhora chegou a ser presa e se mudou para a França. Como os militares justificaram sua prisão? Na sua volta ao Brasil, como foi trabalhar nos jornais?
Nunca disseram por que fui presa, mas eu dava aula em universidades e fazia parte de movimentos ativistas de oposição. Fiquei detida por dois dias porque, na verdade, eles queriam saber outras coisas. Acabei deixando o Brasil por isso, por recomendação de meu advogado. Na época, eu estava inscrita para fazer doutorado e levei tudo que eu tinha pronto para a França. Me inscrevi no doutorado lá e fui aceita para estudar com Roland Barthes, por três anos. Na volta, havia sido demitida da universidade. Aí, fui trabalhar no Jornal do Brasil. Já tinha tido experiência também no jornalismo na França, na revista Elle. E na Inglaterra, na BBC.

Durante dois anos, a senhora presidiu a Academia Brasileira de Letras. Que ações a ABL realiza, além de promover os encontros entre os seus membros?
Pensam que a ABL é só para os escritores tomarem o chá das cinco e para babar na gravata, mas a Academia faz várias coisas importantes. Primeiro, precisamos esclarecer que é uma instituição que não tem nada a ver com o governo. Na época em que a presidi, fizemos uma parceria com a Federação da Indústrias do Rio de Janeiro (Fierj) para montar bibliotecas em comunidades populares. A Firjan equipava as bibliotecas e nós nos responsabilizávamos pela formação de mão de obra para trabalhar lá. Demos cursos e formamos 98 técnicos auxiliares de biblioteconomia em um curso na sede da Academia. Com a Marinha, fizemos uma parceria também. Os fuzileiros navais ajudaram a recuperar escolas de comunidades do Rio. Então, a ABL faz um trabalho social intenso que não se toma conhecimento porque não se quer. No centenário de Jorge Amado, fizemos convênios com quatro universidades estrangeiras que se dedicaram a estudar a obra dele.

Qual a importância de eventos como a Flica e outras festas literárias?
Esse eventos têm dois lados positivos. O primeiro é que a mídia lembra que existem livros, então isso rende cobertura e a divulgação rende uma multiplicação enorme. Além disso, acabaram os suplementos literários nos jornais e o livro não tem o mesmo espaço de outras artes, como o cinema e a música. Outro aspecto importante dessas festas literárias: mobiliza as pessoas a escolherem e adquirirem livros, além de, eventualmente, encontrarem o autor.

GAROTO de 13 ANOS se ENFORCOU porque PERDEU um JOGO ONLINE ! Que VALORES ESPIRITUAIS essa NOVA GERAÇÃO POSSUI ?

GAROTO de 13 ANOS se ENFORCOU porque PERDEU um JOGO ONLINE ! Que VALORES ESPIRITUAIS essa NOVA GERAÇÃO POSSUI ?

Gustavo Detter tinha 13 anos (Foto: Arquivo Pessoal)
Esse caso absurdo, que acabou de acontecer em São Vicente, litoral de São Paulo, traz à tona a questão : Que valores espirituais essa geração online possui ? 

Eles passam o tempo todo trancados no quarto, jogando, acessando internet, trocando mensagens instantâneas pelo WHATSAPP, sempre com a ambição da fama, do sucesso rápido, etc...

Os pais precisam prestar mais atenção aos seus filhos e assumir a responsabilidade da EDUCAÇÃO !
Os próprios pais estão se viciando nas novas tecnologias e até acham bom que as crianças e adolescentes se afundem na tecnologia. Dessa forma, eles, os próprios pais, também têm tempo para satisfazer seus vícios !

E você, o que acha disso tudo ???

Deixe sua opinião !

RECONHECE-SE A ÁRVORE PELO FRUTO.

Reconhece-se a árvore pelo fruto


Cada um de nós é por si mesmo um centro de energia, e embora energia não se possa ver, ela existe e é sempre poderosa. Se olharmos ao nosso redor não veremos energia alguma, nem a nossa volta, nem a de nada que nos rodeia. No entanto elas estão por toda parte. Se colocarmos um dedo na tomada levamos um tremendo choque! Quando ligamos um rádio ouvimos vozes, música, se ligamos nossos televisores, vemos imagens, se ligamos nosso celular podemos nos comunicar com pessoas que estão próximas ou muito longe, até mesmo em países distantes. São Energias! Energias que estão no Universo, que nos envolve a todo instante, que não vemos, mas que pela tecnologia podemos utilizar a nosso bel prazer.
Hoje a ciência demonstra que todas as energias que emitimos atraem energias iguais. É também o que nos fala o grande tribuno espírita, Divaldo Pereira Franco, em suas palestras; É O PLUG E A TOMADA, formando um bem ou um mal, que nos atinge antes de atingir qualquer outra coisa.
Vendo sob esse prisma fica muito mais fácil perceber, porque e como é que flui de nós a energia que não vemos e que mobiliza tantas coisas. Se somos verdadeiros campos energéticos, e inegavelmente o somos, obviamente tudo que sai de nós o faz em forma de energias.
O vento é uma energia em movimento, a água é uma energia poderosa que a depender do modo como for tratada, gera a energia elétrica, porque sua energia se centuplica aos milhares.Também a água que ingerimos e o ar que respiramos é uma energia da Natureza, assim como o alimento que comemos. É tudo um ir e vir, pois gastamos energia para pensar, mastigar, fazer a digestão e até para respirar.
Assim, também os sentimentos têm uma força imensa, muito maior do que temos capacidade de imaginar, porque também neles está embutida a força magnética, que dá poder à palavra que dizemos, àquilo que pensamos ou que desejamos, e inevitavelmente nossas ações, aquilo que fazemos de forma mais expressiva, são frutos dessa tríade. Ou seja, essa tríade é a árvore, somos nós, e o resultado dela é o que ofertamos; são os frutos.
O Evangelho nos afirma que a árvore que produz maus frutos não pode ser boa e a que os produz bons, não pode ser má. Que a árvore se conhece pelo próprio fruto que ela gera, que o homem de bem tira as boas coisas do bom tesouro do seu coração, e o mau as tira do mau tesouro do seu coração, e que a boca fala do que está cheio o coração. Ou seja; o homem bom ou mau, só consegue dar verdadeiramente aquilo de que seu coração está abastecido.
Levando isto para nossa vida pessoal, podemos perceber o que energia tem a ver com o “tesouro” bom ou mau de que Jesus nos fala; a árvore boa ou ruim que somos cada um de nós. Quando Ele afirma que a boca fala do que está cheio o coração, adverte-nos de que; se nosso coração está cheio de amargura, raiva, revolta, com certeza emitimos forças energéticas negativas, e fazemos o mau a nós e ao próximo.

Todo bem que fazemos, todo mal que cometemos, parte como um raio... mas como um imã,
volta ao lugar donde partiu. Porque...
“O resultado do que fazemos, nunca erra o endereço de onde estamos.

É bom pensarmos até que ponto estamos sendo a árvore boa ou a árvore má, da qual vaza aquilo de que está repleto seu interior. Até que ponto nos deixamos arrastar pelos acontecimentos que geram em nós atitudes ruins, erradas, que secam os galhos da árvore de nossas vidas, e que nada mais são que nossos defeitos e dificuldades. Busquemos dar lugar ao viço que os farão novamente verdes e promissores, trabalhando algumas mudanças em nossa conduta, trabalhando as dificuldades de nossa imprescindível Reforma Íntima.
Ninguém é uma árvore seca, no entanto todos temos lá nossos galhos pouco viçosos. Trabalhemos esses galhos, vamos enfrentar mais esse desafio, pois que na árvore da vida de cada um de nós existe o lado luz e o lado sombra. O lado luz reflete nossas qualidades, nossa maior ou menor conexão com Deus, a árvore viçosa que Jesus nos propõe ser. O lado sombra reflete nossas imperfeições, nossos defeitos, a árvore seca que precisamos transformar. E para sermos essa árvore frutífera é preciso que creiamos mais em nós mesmos, que, acima de tudo que creiamos em Deus que crê em nós!! Tanto crê, que nos fez simples e ignorantes, a caminho da angelitude!

Doracy Mota

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

O FLAMENGO DA CAMPANHA EM 1956.

O FLAMENGO da Campanha de 1956. Me corrijam se eu me enganar ou complete nas(?).
João Fernandes, Lado, Dragão, Jaú, Carlinhos Maia, Zé Helvécio, Mauro Caneca, Orlando, Dr. Nilton Val Ribeiro e Egberto Gama. 
?,?, Randolfo, Bei, Hélio e Jaime Fonseca.

TUDO É MOTIVAÇÃO.

Cabeleireiro dá descontos para crianças que leiam um livro em voz alta durante o corte

Hypeness - 14/10/2016

Parece que não é só cabelos que este cabeleireiro corta. Os preços não escapam ‘da tesoura’ de Ryan Griffin, o cabeleireiro que tem chamado a atenção por uma iniciativa que ajuda as crianças em duas formas diferentes!

Na verdade, o que acontece aqui é um 3 em 1, já que as crianças que forem até ao espaço de Ryan e lerem em voz alta recebem: os 2 dólares de desconto no preço final; a oportunidade de treinar – e, quem sabe, se apaixonar – a leitura; uma imagem positiva de si mesmas, já que o cabeleireiro atende diversas comunidades afro-americanas e, infelizmente, como sabemos, a representação da população negra está longe de ser justa e aceitável, mesmo em pleno século 21.

Mas essa é a prova de que o empoderamento pode chegar de diversas formas!

Ryan Griffin se inspirou em uma ideia semelhante em Harlem, bairro nova-iorquino, e contou ao Huffington Post que até agora tem recebido vários elogios de pais e professores: “Os pais amam a ideia e os garotos… bem, eles curtem ficar com os 2 dólares”, conta.

A MEDITAÇÃO NO COMBATE À DEPRESSÃO.

A MEDITAÇÃO NO COMBATE À DEPRESSÃO


Apesar das técnicas de meditação serem ensinadas pelos orientais há séculos, estão sendo descobertas e utilizadas recentemente pelos ocidentais.
Humberto Pazian, autor do livro Meditação - Um Caminho para a Felicidade, relata em sua obra como os conceitos, técnicas e experiências na prática da meditação podem auxiliar as pessoas a se sentirem mais felizes e realizadas. “Se entendermos que uma perfeita interação entre corpo, mente e espírito, nos fará atingir a verdadeira felicidade e reconhecermos a meditação como um caminho para alcançá-la, só nos faltará um pouco de determinação para criarmos em nossas vidas uma pequena porta para que adentre a Grande Luz”, diz. Existem variados tipos e técnicas para meditarmos, como a meditação zen-budista, hindu etc. A seguir, Pazian esclarece alguns pontos básicos sobre meditação.

O que é meditação e seus principais benefícios?
Existem diversas explicações e sentidos, de acordo com cada escola ou organização de estudos. No meu modo de entender, gosto de dizer que meditar é “estar” com Deus e isso traz paz e harmonia.
Quanto tempo a pessoa necessita para praticar?
Apenas como exemplo, Jesus “estava com Deus” todo o tempo e a sua vida é conhecida de todos nós pela sua grandeza.
Como estamos ainda no início de nossa caminhada evolutiva, alguns minutos pela manhã e pela noite, diariamente, são um excelente começo.
Como a meditação pode ajudar no tratamento da depressão?
A depressão não acontece de um dia para o outro, pois é um processo lento que vai se alojando e desarmonizando nosso ser. A prática da meditação vai trazendo novamente a harmonia e a eliminação do estresse que existe nesses casos, além de servir também como método preventivo.
Existem técnicas certas para meditar?
É só começar a buscar a presença Divina em todo o momento possível e sem dúvida a maneira mais apropriada chegará até você.
Ensine um exercício simples que as pessoas possam praticar se estiverem se sentindo cansadas e desanimadas.
Se possível, a pessoa deve acordar um pouquinho mais cedo do que o habitual, procurar um cantinho sossegado e sentar-se calmamente. Esquecer de tudo; horários, obrigações, tristezas e alegrias e concentre-se na respiração; inspirando e expirando com tranquilidade. Observe seus pensamentos, mas não se fixe neles. Após um breve período pense em Deus, procurem senti-lo com todo o amor que haja em seu coração e se deixe levar por essa sensação indescritível.
Quais têm sido os benéficos relatados pelas pessoas que leram o livro e passaram a praticar?
São inúmeros casos que nos chegam de pessoas que mudaram suas vidas em vários sentidos após a prática regular da meditação. No meu caso, por exemplo, posso assegurar que para realizar o trabalho espiritual que entendo como minha tarefa, a meditação tem sido fundamental. Não sei se seria possível sem ela.
Como utilizar a prece aliada à meditação no auxílio ao combate à depressão?
Orar pedindo, acreditando na melhora, meditar com amor e fazer por merecer a cura buscando no Evangelho o caminho a seguir.



quarta-feira, 26 de outubro de 2016

O AÇÃO CATÓLICA EM 1953.

Equipe do AÇÃO CATÓLICA em 1953. Desconfio que reconheci alguns. Rui Vilhena, Airam Maia, Francisco Carvalho, Dequinha, Batista Araújo, Expedito Cornélio. Podem fazer a correção.

O LAR EDUCA E A ESCOLA INSTRUI!

O LAR EDUCA e a ESCOLA INSTRUI !


Muitos ainda teimam em restringir a educação às escolas do mundo, mas “os estabelecimentos de ensino, propriamente do mundo, podem instruir, mas só o instituto da família pode educar. É por essa razão que a Universidade poderá fazer o cidadão, mas somente o Lar pode edificar o homem.” (Emmanuel)
A escola instrui, o Lar educa. As escolas cumprem uma parte importante da educação; no Lar, entretanto, enxergamos a escola do coração, onde os pais se tornam professores de seus filhos, onde exercitarão seu acervo moral, sendo convidados a desenvolver a união e o companheirismo, de estreitar os laços que os unem, pois é neste ambiente de convivência contínua, interdependência, na condição de pais, filhos, irmãos aprendem a conjugar o verbo AMAR.
Afinal, Jesus nos ensinou que as páginas de nosso destino são escritas diariamente com as letras de nossa conduta perante o Evangelho Divino ou perante as ilusões humanas.

Resultado de imagem para imagem lar e escola

O CÂNCER VISTO NA PERSPECTIVA ESPÍRITA.

O Câncer visto numa Perspectiva Espírita


Recentemente, na Califórnia, nos Estados Unidos, Hannah Powell-Auslam, uma menina de 10 anos de idade, foi diagnosticada com câncer de mama, um caso considerado, extremamente, raro (carcinoma secretório invasivo). Os médicos fizeram uma mastectomia, mas o câncer se espalhou para um nódulo e Hannah terá que passar por outra cirurgia, ou por tratamento de radioterapia.
Outro caso instigante é o das duas gêmeas idênticas britânicas, diagnosticadas com leucemia, com apenas duas semanas de intervalo.
O drama das meninas Megan e Gracie Garwood, de 4 anos, começou em agosto de 2009. "Receber a notícia de que você tem três filhos e dois deles têm câncer é inimaginável", afirmou a mãe das meninas. "Você fica pensando o que fez para merecer isso". Câncer é uma palavra derivada do grego “karkinos”, a figura mitológica de um caranguejo gigante, escolhida por Hipócrates, para representar úlceras de difícil cicatrização e que, ao longo do tempo, consagrou-se como sinônimo genérico das neoplasias malignas. Há mais de cem tipos diferentes de câncer, que variam, ao extremo, em suas causas, manifestações e prognósticos.
Diferentemente do câncer em adultos, em que se leva em conta aspectos do comportamento como fumo, alcoolismo, alimentação, sedentarismo e exposição ao sol, a medicina, ainda, não conseguiu estabelecer os verdadeiros fatores de risco do câncer pediátrico.
Os casos de Hannah Powell-Auslam, Megan e Gracie Garwood bem que podem entrar nas estatísticas brasileiras do câncer infanto-juvenil, que atinge crianças e adolescentes de um a 19 anos.
Segundo pesquisa divulgada pelo Inca (Instituto Nacional de Câncer) e pela Sobop (Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica), o câncer é a doença que mais mata os jovens, na faixa dos cinco aos 18 anos, no Brasil. Pesquisa indica o surgimento de, aproximadamente, 10 mil casos de câncer infanto-juvenil, a cada ano, no Brasil, a partir do biênio 2008/2009.
O agravante é que o câncer, nos adolescentes, costuma ser mais agressivo do que nos adultos, e é mais difícil de ser diagnosticado, segundo Luiz Henrique Gebrin, Diretor do Departamento de Mastologia do Hospital Pérola Biynton, em São Paulo (SP).
- Será o câncer, então, uma obra do acaso, uma “punição divina” ou um “carma” do espírito?
Hoje, à luz da Ciência médica, pode-se afirmar que o fator predominante da carcinogênese é, sem dúvida, o comportamento humano: tabagismo, abuso de álcool, maus hábitos alimentares e de higiene, obesidade e sedentarismo, os quais são responsáveis por quatro, em cada cinco casos de câncer e por 70% do total de mortes. Os cânceres por herança genética pura, ou seja, que não dependem de fatores comportamentais e ambientais, são menos de 5% do total.
A experiência corrobora, pois, que o câncer é uma enfermidade, potencialmente, “cármica”.
Estamos submetidos a um mecanismo de causa e efeito que nos premia com a saúde ou corrige com a doença, de acordo com nossas ações.
A criança de hoje foi o adulto de antanho. “O corpo físico reflete o corpo espiritual que, por sua vez, reflete o corpo mental, detentor da forma”.
(1) “Os que se envenenaram, conforme os tóxicos de que se valeram, renascem, trazendo as afecções valvulares, os achaques do aparelho digestivo, as doenças do sangue e as disfunções endocrínicas, tanto quanto outros males de etiologia obscura; os que incendiaram a própria carne amargam as agruras da ictiose ou do pênfigo; os que se asfixiaram, seja no leito das águas ou nas correntes de gás, exibem os processos mórbidos das vias respiratórias, como no caso do enfisema ou dos cistos pulmonares; os que se enforcaram carreiam consigo os dolorosos distúrbios do sistema nervoso, como sejam as neoplasias diversas e a paralisia cerebral infantil; os que estilhaçaram o crânio ou deitaram a própria cabeça sob rodas destruidoras, experimentam desarmonias da mesma espécie, notadamente as que se relacionam com o cretinismo, e os que se atiraram de grande altura reaparecem, portando os padecimentos da distrofia muscular progressiva ou da osteíte difusa.” (2)
“A cura para o câncer não deverá surgir nos próximos dez anos” (3) é o que afirma o articulista da Revista Time, Shannon Browlee.
Talvez os cientistas nunca encontrem uma única resposta, um único medicamento capaz de restaurar a saúde de todos os pacientes com câncer, porque um tumor não é igual ao outro.
Os espíritas sabem que não existem doenças e sim doentes. Em verdade, "todos os sintomas mentais depressivos influenciam as células em estado de mitose, estabelecendo fatores de desagregação.”
(4) Apesar dos consideráveis avanços tecnológicos, em busca do diagnóstico precoce e do tratamento eficaz, a Medicina e a Ciência, em geral, estão, ainda, distantes de dominarem o comportamento descontrolado das células neoplásicas.
Obviamente, não precisamos insistir na busca de vidas passadas para justificar o câncer: As estatísticas demonstram grande incidência de câncer no pulmão, em pessoas que fumam na atual encarnação.
Muitas formas de cânceres têm sua gênese no comportamento moral insano atual, nas atitudes mentais agressivas, nas postulações emocionais enfermiças. “O mau-humor é fator cancerígeno que ora ataca uma larga faixa da sociedade estúrdia.”
(5) O ódio, o rancor, a mágoa, a ira são tóxicos fulminantes no oxigênio da saúde mental e física, consomem a energia vital e abrem espaços intercelulares para a distonia e a instalação de doenças. São “agentes poluidores e responsáveis por distúrbios emocionais de grande porte, são eles os geradores de perturbações dos aparelhos respiratório, digestivo, circulatório. Responsáveis por cânceres físicos, são as matrizes das desordens mentais e sociais que abalam a vida”
(6) Falando sobre doença cármica, “o câncer pode, até, eliminar as sombras do passado, mas não ilumina a estrada do porvir. Isso depende de nossas ações, da maneira como arrostamos problemas e doenças.
Quando a nossa reação diante da dor não oprime aqueles que nos rodeiam, estamos nos redimindo, habilitados a um futuro luminoso. "Quando nos rendemos ao desequilíbrio ou estabelecemos perturbações em prejuízo contra nós (...), plasmamos nos tecidos fisiopsicossomáticos determinados campos de ruptura na harmonia celular, criando predisposições mórbidas para essa ou aquela enfermidade e, conseqüentemente, toda a zona atingida torna-se passível de invasão microbiana.”
(7) Outra situação complicada é o aborto que “oferece funestas intercorrências para as mulheres que a ele se submetem, impelindo-as à desencarnação prematura, seja pelo câncer ou por outras moléstias de formação obscura, quando não se anulam em aflitivo processo de obsessão.”
(8)O conhecimento espírita nos auxilia a transformar a carga mental da culpa, incrustada no perispírito, e nos possibilita maior serenidade ante os desafios da doença. Isso influenciará no sistema imunológico.
Os reflexos dos sentimentos e pensamentos negativos que alimentamos se voltam sobre nós mesmos, depois de transformados em ondas mentais, tumultuando nossas funções orgânicas.
Para todos os males e quaisquer doenças, centremos nossos pensamentos em Jesus, pois nosso bálsamo restaurador da saúde é, e será sempre, o Cristo.
Ajustemo-nos ao Evangelho Redentor, pois o Mestre dos mestres é o médico das nossas almas enfermas.

CENTRO ESPÍRITA MÉDICO UBIRAJARA LARA, 30 de novembro de 2012.

Fontes:
(1) Xavier, Francisco Cândido. Evolução em Dois Mundos , ditado pelo espírito André Luis 15ª edição, Rio de Janeiro: Ed. FEB, 1997.
(2) Xavier Francisco Cândido. Religião dos Espíritos, Rio de Janeiro: 11ª Edição Ed. FEB - (Mensagem psicografada por em reunião pública de 03/07/1959)
(3) Transcrita em um caderno especial na Folha de São Paulo de 4 de novembro de 1999
(4) Xavier, Francisco Cândido. Pensamento e Vida, ditado pelo espírito Emmanuel, Rio de Janeiro: Ed. FEB, 2000
(5) Franco, Divaldo. Receita de Paz, ditado pelo espírito Joanna de Angelis, Salvador: Ed. Leal, 1999
(6) FRANCO, Divaldo Pereira. O Ser Consciente, Bahia, Livraria Espírita Alvorada Editora, 1993
(7) Artigo "Uma Visão Integral do Homem", Grupo Espírita Socorrista Eurípides Barsanulfo, disponível no site http://www.geocities.com/Athens/9319/chacras.htm, acessado em 25/04/2006
(8) Xavier Francisco Cândido e Vieira Waldo. Leis de Amor, São Paulo: Edição FEESP, 1981


Autor desconhecido
  mensagem de estudo espírita

terça-feira, 25 de outubro de 2016

EQUIPE DOS CORREIOS DA CAMPANHA

Olímpio Cerqueira, Gil Ribeiro, Lupércio Franco, Lázaro Garotti, Ana Maria Villamarim, Rui Vilhena, Dragão e ?
Airam Maia, Marcelo Ribeiro, Euclides Garcia, Chico Lua e Francisco Carvalho.

A IMPORTÂNCIA DA VIRGULA (,)



Sobre a Vírgula (,)

Muito legal a campanha dos 100 anos da ABI
(Associação Brasileira de Imprensa).

01-Vírgula pode ser uma pausa... ou não.
Não, espere.
Não espere!

01-Ela pode sumir com seu dinheiro.
23,4.
2,34.

Pode ser autoritária.
Aceito, obrigado.
Aceito obrigado!

03-Pode criar heróis.
Isso só, ele resolve.
Isso, só ele resolve.

E vilões.
04-Esse, juiz, é corrupto.
Esse juiz é corrupto.

05-Ela pode ser a solução.
Vamos perder, nada foi resolvido.
Vamos perder nada, foi resolvido!

06-A vírgula muda uma opinião.
Não queremos saber!
Não, queremos saber.

Uma vírgula muda tudo!
ABI: 100 anos lutando para que ninguém mude uma vírgula da sua informação.
Detalhes Adicionais
Agora,você deve colocar uma vírgula na frase abaixo.
ATENÇÂO!
NÂO ERRE...
SE O HOMEM SOUBESSE O VALOR QUE TEM A MULHER ANDARIA DE QUATRO À SUA PROCURA.

 

*Se você for mulher, certamente colocou a vírgula depois de MULHER.
*Se você for homem, colocou a vírgula depois de TEM.
*
Crédits
Scripts and images: Public Domain (?)
Research, text editing, formatting and Art: NIAG ®

Please!
If you pass, pass with credits.
This work is protected by copyright laws; 9610.
And violating them is a crime under Article 184 of the Brazilian Penal Code.
"Never fail to disclose the author."
Thank you.

DEIXE IR. - TEXTO PARA REFLEXÃO.

Deixa ir (Let it Go) - Texto para Reflexão


Quando aquele que amamos precisa partir e nós não estamos preparados para essa despedida uma parte de nós parte junto com a pessoa e a outra que fica é sufocada diariamente pela dor da saudade.

Não é fácil aceitar que quem amamos esteja nos deixando. Seja porque a pessoa escolheu assim, ou porque em outras circunstâncias a vida não nos deu escolha, o fato é que lidar com a partida de alguém que se ama e a falta que ela nos faz no dia-a-dia nos traz um sofrimento indescritível. Quando sentimos essa pessoa arrancada de nossos braços, e nos vemos de braços vazios sem ter para onde correr, sem ter aonde buscar, o desespero toma conta de nós e nos entregamos a tristeza fazendo dela nossa maior companheira. A sensação de impotência nos paralisa e do alto da nossa inércia passamos a cultivar a lembrança da pessoa e de tudo que ela representava (e ainda representa) como refúgio para nossa dor.

Quando alguém se vai nem sempre isso significa uma perda. É preciso observar o que a pessoa significou em nossas vidas, quanto ela contribuiu para que nos tornássemos uma pessoa melhor e se você analisar desta forma, vai perceber que mesmo ela indo embora, deixou muito dela com você. Perceba que na verdade você ganhou, porque ela veio para somar em sua vida, para acrescentar, para complementar e preencher as lacunas de sua vida com o amor dela, te fazendo descobrir facetas de si mesmo que você nem imaginava. E o que ela levou de você, você também não perdeu, porque quando você se doou, quando ofereceu o seu amor, você o fez de coração aberto, você entregou tudo de si, o seu melhor, e tudo isso que você doou não te pertence mais, faz parte dela agora. Não existe perda em uma relação de amor, seja entre parceiros, amigos ou familiares, o amor é um sentimento universal e sublime que só acrescenta em nossa vida, se em algum momento ele diminuir, então não era amor.

A saudade existe justamente porque momentos maravilhosos foram vividos juntos, lembrar-se de cada sorriso, cada abraço, cada carinho, o jeito da pessoa te chamar, a emoção ao ouvir a voz, a alegria apenas por estar junto, isso tudo e mais um pouco faz com que a saudade aperte e as lágrimas rolem. Chore de saudade por tudo que viveu, mas não de tristeza por não poder reviver isso no momento. Perceba que a única forma de não sentir essa saudade tão intensa e dolorida seria não ter vivido nada do que você viveu, seria não ter essas lembranças tão fortes, eu não sei você, mas eu prefiro muito mais essa saudade que me lacera a alma, do que abrir mão de tudo que vivi.

Existe um momento onde a vida de vocês se cruzou, juntos vocês escreveram uma história e essa história estará sempre gravada na existência de cada um, na alma e quem sabe em algum momento vocês não vão se reencontrar para reler essas páginas. O tempo da vida é diferente do nosso e as circunstâncias da vida também, é preciso confiar que tudo está certo do jeito que está, aceitar cada dia com alegria, e viver ao máximo, para que a cada dia estejamos sempre escrevendo páginas que serão de saudades e não de tristezas.

Não podemos reescrever o passado, nem tão pouco mudar o destino daqueles que amamos, cada um tem seu próprio caminho e as vezes, por mais difícil que seja, esse caminho não nos inclui, então por amor é preciso entender, aceitar, e deixar ir...

(Maisa Baria)
.................................................................
https://www.facebook.com/maisabariapensamentos

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

OS PRIMOS JUNQUEIRA REUNIDOS.

É claro que esta foto tinha que estar separada.
Dos filhos do tio Gigi estavam a Regina, Ronaldo, Rui e Ricardo. - Dos filhos do tio Beto, Beatriz e Betinho - Da tia Nia, Cleuza e Margô, depois fiquei sabendo que o Gil passou por lá. - Da tia Cainha , a Lelena foi mesmo gripada mas não pode ficar muito tempo, o Milton, Caia, Marcelo e Nando. - Da tia Zéia, Gilmar, Gilson e Sérginho. Da tia Zota, o Guto, Mauro, Zanja e no final chegou o Guilherme. Da tia Bita, Ivanzinho e Eloá e do tio Zezé a Cristina o Gil e Luiz que foi quem articulou todo o evento. Em nome de todos os primos, os nossos agradecimentos à ele.

2º ENCONTRO DOS JUNQUEIRA.

 QUANDO OS JUNQUEIRA SE ENCONTRAM
         TRÊS CORAÇÕES - MG. 23.10.2016.

 No dia 23 de outubro, domingo boa parte dos Junqueira do tronco de Gil e Clara se reuniram em Três Corações, para comemorarem os aniversarian- tes de setembro e outubro.
Mas, não tem como não deixar de reverenciar as tias queridas Iza (Zota), Zélia (Zéia), Guaraciaba (Iau) e Clara (Cainha) a atual matriarca do clã.
             



               Nesta foto os aniversariantes de Setembro e Outubro ao lado das quatro tias.



          Muitas brincadeiras coordenadas pela prima Maria dos Anjos, tendo sempre foco as quatro tias.



                    Betinho e Marcelo não se cansaram de contar piadas, enquanto o Mauro passava o livro de presenças com o Serginho.


                   
                  Claro que não podia faltar muita dança,  e só pra variar a mais requisitadas eram as tias.
Tia Zota e o genro Zé Roberto.


           
                      Tia Cainha e sobrinho Télson



            
                       Tia Iau e o sobrinho Betinho.




                         Tia Zéia e o filho Gilmar.




            Tia Cainha e o filho José Milton

                O primo Betinho se dirigiu à todos os presentes numa prece emocionante e ao lado do coordenador do encontro o primo Luiz, já ficou acertado o encontro de próximo ano no dia 14
de outubro.




      José Milton e Ducelene foram os últimos a chegar e tiveram a presença da cunhada Meire Ribeiro, fazendo companhia.



A prima Cristina veio de Brasília especialmente para o encontro com a família. Aqui ao lado de Tia Iau.




         Ducelene, Meire, Caia e Ivanzinho.
        



Os Junqueirinhas acompanhados de seus avós, os primos Gilmar, Cleuza, Margô, Luiz e Guto.



           Os irmãos Luiz e Cristina ao lado da família.
 
E para o o dia 14 de outubro de 2016, esperamos contar com as presenças dos que por algum motivo, não puderam comparecer neste ano. Teremos na quinta-feira dia 12 o feriado da Padroeira do Brasil e dia das crianças e no sábado o nosso encontro.

FUNCIONÁRIOS DOS CORREIOS DA ÉPOCA DO SENHOR OLÍMPIO CERQUEIRA.

Alguns dos funcionários dos Correios na época do diretor Olímpio Cerqueira. Os homens da foto ,são: Euclides Garcia, José Mira, Nélson Pereira, Jair Lemes,? José Luiz Nogueira da Silva e João Alves. A mulheres são: Iolanda Lefol, Aparecida Cunha, Nair Dias, Hidalga Mallet, Zoraida Lemes, Nair Furquim, Sônia Barrouim,Sandra Lemes,?, ?, Aparecida Resende Ferreira Lopes, Virgínia Ramos, Maria Olinda Dias e ?

PROGRAMAS PARA AUMENTAR LEITORES.

Semana Nacional da Leitura tem Congresso para discutir programas para aumentar leitores

www.educacao.sp.gov.br 
Pela primeira vez, especialistas brasileiros e estrangeiros em leitura se reúnem para discutir o papel da leitura e formas de aumentar o número de leitores. Durante a Semana Nacional da Leitura, o 1° Congresso Nacional de Leitura pode ser acompanhado exclusivamente pela internet, sempre às 19h.

- Para acompanhar, é necessário fazer uma inscrição prévia e gratuita clicando aqui.

Entre os convidados estrangeiros estão nomes como o francês Roger Chartier, considerado um dos maiores especialistas do tema no mundo. Entre os brasileiros, figuram nomes como o secretário da Educação de SP José Renato Nalini, o filósofo Mário Sérgio Cortella, os escritores Ignácio de Loyola Brandão e Frei Betto, o sociólogo Danilo Miranda (Sesc-SP), a ex-ministra Cláudia Costin e dirigentes das entidades do livro, entre outros.

Os casos de professores, bibliotecários, gestores e voluntários que criaram bem-sucedidos projetos que ajudaram a ampliar, nos últimos anos, os índices de leitura no Brasil serão destaques na programação, que contará, ainda, com uma novidade inspirada em muitos eventos presenciais: saraus culturais diários no encerramento da noite. Confira a programação.

Qual o TEOR da sua ENERGIA ? Leia e Descubra...

Qual o TEOR da sua ENERGIA ? Leia e Descubra...


A mediunidade faz parte da natureza. Todos somos médiuns, uns mais, outros menos desenvolvidos, e trocamos energias uns com os outros.
Com umas você sente prazer enorme em conversar, com outras você antipatiza, quer vê-las pelas costas. Isso não é apenas um capricho seu, mas um reflexo das energias que elas irradiam e você capta.
Existem pessoas nutritivas e pessoas sugadoras.

As nutritivas são:
Independentes. Cuidam de si, assumem suas próprias necessidades, evitam descrregar seus problemas nos outros, procuram ganhar seu próprio dinheiro.
Generosas. Dão os bens que não vão mais utilizar, cooperam com as obras de cunho social. Estão sempre se renovando.
Confiantes em si. Estudam as experiências alheias, mas na hora de decidir não perguntam aos outros o que fazer.
Otimistas. Em todos os acontecimentos olham os lados positivos. Nunca fazem drama de nada.
Respeitosas. Nunca invadem o espaço de ninguém. Aceitam os outros como são sem desejar muda-los.

As sugadoras são:
Vítimas. Sofredoras. Quando lhes acontece uma coisa boa, ficam logo esperando uma coisa ruim. Culpam o governo, a sociedade, as pessoas por suas dificuldades.
Dependentes. Nunca fazem nada sozinhas. Acham tudo difícil. Sentem-se incapazes.
Indecisas. Não têm opinião própria. Só fazem o que os outros dizem.
Depressivas. Jamais falam do que já têm, só do que ainda lhes falta. Estão sempre querendo atenção especial das pessoas e revoltam-se quando não são atendidas.
Inseguras. Apegam-se a tudo e a todos. Têm medo das mudanças, do novo e do futuro. São ansiosas e dramáticas. Vêem o lado pessimista dos fatos.

Quando você capta energia de pessoa nutritiva, sente-se muito bem. Mas se de repente sente o corpo pesado, boceja, fica deprimida, triste, com dor de cabeça ou enjôo, provavelmente absorveu as energias de uma pessoa sugadora.

Nesse caso, vá para um lugar sossegado e faça o seguinte exercício:
Feche os olhos e pergunte mentalmente de onde vêm essas energias. O rosto da pessoa aparecerá em sua memória. Então, imagine que você está dentro de sua pele e diga com firmeza:
- Eu não quero nada de você... O que é seu é seu. O que é meu é meu. Fico com minha energia. O resto vai sair agora, não quero isso para mim.
Sentirá imediatamente grande alívio. Contudo, se você se sente rejeitada pelas pessoas, está na hora de observar quais as energias que você irradia. Elas são responsáveis por tudo que você atrai em sua vida.
Pense nisso.

Zíbia Gasparetto