sábado, 21 de abril de 2018

SEMANA DE ANIVERSÁRIO DO LIVRO DOS ESPÍRITOS.

PARIS - 18 de ABRIL de 1857

     
  Nesta data a humanidade começava a tomar conhecimento através de "O Livro dos Espíritos", de maneira lógica e racional, de inúmeras questões até então envoltas em mistério e classificadas como fantásticas e ou sobrenaturais.
        O LIVRO DOS ESPÍRITOS
        "Como especialidade o Livro dos Espíritos, contém os princípios da Doutrina Espírita; como generalidade liga-se ao Espiritualismo, do qual representa uma das suas fases. Essa a razão porque traz sobre o título  as palavras: FILOSOFIA ESPIRITUALISTA. (1)
Deus quis que a nova revelação chegasse aos homens por um meio mais rápido e autêntico. Eis porque encarregou os Espíritos de levarem de um pólo ao outro, manifestando-se por toda a parte, sem dar a ninguém o privilégio exclusivo de ouvir a sua palavra". (2).
O CONTROLE UNIVERSAL
       O controle universal dos ensinos dos Espíritos é uma garantia para a unidade futura do Espiritismo, e anulará todas as teorias contraditórias.. É nele que, no futuro, se procurará o critério da verdade. O que determina o sucesso da doutrina formulada no Livro dos Espíritos e no Livro dos Médiuns, foi que, por toda a parte, cada qual pode receber, diretamente dos Espíritos, a confirmação do que eles ensinavam. Se de todas as partes, os Espíritos as contradissessem esses livros teriam. após tão longo tempo, sofrido o destino das concepções fantásticas. O apoio mesmo da imprensa não os teria salvo do naufrágio; privados desse apoio, não deixaram de fazer rapidamente o seu caminho, porque tiveram o dos Espíritos, cuja boa vontade compensou, com vantagem, a má vontade dos homens. Assim acontecerá com todas as ideias emanadas dos Espíritos, que puderam suportar a prova desse controle, cujo poder ninguém pode contestar".(3).
POSTURA EXPERIMENTAL
        "A postura experimental crítica é fundamental para o desenvolvimento da ciência espírita e, também para a sua divulgação. Não se aprende espiritismo por catequese, como nas religiões tradicionais, nem mesmo por meio de cursos e palestras onde apenas se ouve passivamente; mas sim pelo método ativo, por um diálogo amplo, onde as diversas situações metafísicas, psicológicas, morais, científicas, sociais, são debatidas e confrontadas com as hipóteses propostas pelos Espíritos nas obras de Kardec e as ideias pessoais de cada um. O espírita precisa descobrir-se, conhecer-se a si mesmo, quais conceitos aceita,  para depois compará-los com a Teoria dos espíritos. Esse é um esforço racional com o objetivo de compreender para só depois aceitá-la, se assim o desejar.
       ABANDONAR A PREGUIÇA
       Para ser espírita, segundo os métodos ensinados por Kardec, é preciso abandonar a preguiça de confiar que lhe digam o que deve saber ou acreditar. Abandonar a acomodação dos hábitos encanecidos. Libertar-se de pensamentos massificados e enraizados no velho mundo. O espírita é racional e moralmente autonomo, a sua fé "é racional".(4).
(1) - O Livro dos Espíritos;
(2 e 3) - O Evangelho Seg. o Espiritismo;
(4) - Revolução Espírita.

SILVIO ROMERO ESTARIA COMEMORANDO HOJE 167 ANOS DE NASCIMENTO.


Sílvio Romero nasceu em Lagarto, em Sergipe, em 21 de abril de 1851. Cursou a Faculdade de Direito do Recife entre 1868 e 1873, diplomado em 1873, contemporâneo de Tobias Barreto. Nos anos 1870 colaborou como crítico literário em vários periódicos pernambucanos e cariocas.
Em 1875 foi eleito deputado provincial por EstânciaSergipe. Radicou-se no Rio de Janeiro, onde obteve notoriedade, especialmente como crítico literário. Em 1878 publicou seus dois primeiros livros, A Filosofia no Brasil e Cantos do Fim do Século, o seu primeiro livro de poesia. O primeiro deles tinha a intenção de questionar o meio acadêmico e intelectual do Rio de Janeiro, assim como de exaltar as qualidades de Tobias Barreto, seu mestre e conterrâneo. Nessa obra critica com veemência as correntes de filosofia no país, em especial o espiritualismo e o positivismo.
No Rio de Janeiro, lecionou filosofia no Colégio Pedro II entre 1881 e 1910. Estava entre os intelectuais que fundaram a Academia Brasileira de Letras (ABL), em 1897. Um ativo polemista, contribuiu de modo significativo para que a Escola do Recife - denominação que lhe deve ser atribuída - viesse a ser conhecida em todo o País.
Em 1882 publicou a Introdução à História da Literatura Brasileira, atualmente em edição de cinco volumes. Com o livro Últimos Harpejos, em 1883, sua carreira de poeta se encerra. Como resultado de pesquisas sobre o folclore brasileiro escreveu O elemento popular na literatura do Brasil e Cantos populares do Brasil, tendo realizado para este, em 1883, uma viagem a Lisboa a fim de publicá-lo. Em 1888 foi publicado a História da Literatura Brasileira em 2 volumes.
Em 1891 produziu artigos sobre ensino para o jornal carioca Diário de Notícias, dirigido por Rui Barbosa. No mesmo ano, foi nomeado membro do Conselho de Instrução Superior por Benjamim Constant.
Foi um dos primeiros pensadores a se interessar por Antônio Conselheiro, o qual via como missionário vulgar que agregara em torno de si fanáticos depredadores. Seu amigo Euclides da Cunha, tendo sido enviado para Canudos, foi responsável pelo esclarecimento dos fatos ainda nebulosos para muitos intelectuais da época.
Entre 1900 e 1902 foi deputado federal pelo Partido Republicano, trabalhando na comissão encarregada de rever o Código Civil na função de relator-geral.
Entre 1911 e 1912 residiu em Juiz de Fora, participando da vida intelectual da cidade, publicando poemas e outros escritos nos jornais locais, prefaciando livros, ministrando aulas no ensino superior e proferindo discursos.

DIA DE TIRADENTES

Tiradentes

FERIADO

Próximo  21 de Abril de 2018 (Sábado)
Dia de Tiradentes é comemorado em 21 de abril, e é considerado um feriado nacional no Brasil.
Esta data homenageia a figura do herói nacional Joaquim José da Silva Xavier, popularmente conhecido por “Tiradentes” (referência ao seu ofício de dentista).
A celebração desta data é importante porque Tiradentes é considerado um brasileiro que lutou pela independência de Minas Gerais do domínio dos portugueses.

História de Tiradentes

Quem foi?

Tiradentes foi um dentista, comerciante, minerador, militar e ativista político brasileiro, e atuava na época do Brasil Colonial nas capitanias de Minas Gerais e Rio de Janeiro.
Tiradentes foi reconhecido como herói nacional e um mártir da Inconfidência Mineira, quando a República brasileira foi instalada através de um golpe em 15 de novembro de 1889.
Um dos primeiros atos do novo governo foi transformar a data em que ele foi executado, 21 de abril, em uma festa cívica a ser celebrada nos quartéis.
Tiradentes é considerado um grande líder por ter lutado por seu povo e seus ideais, apesar de ser o mais humilde entre todos os membros do movimento, Tiradentes foi quem assumiu as maiores responsabilidades.
Dia de Tiradentes

Como morreu?

Tiradentes foi enforcado e posteriormente esquartejado, no Rio de Janeiro, em 21 de abril de 1792.
Partes de seu corpo foram expostos nos principais centros urbanos do Rio de Janeiro e Minas Gerais. A sua casa foi queimada, o terreno salgado e todos os seus bens confiscados.
A prisão onde foi encarcerado é a atual sede da Assembleia estadual do Rio de Janeiro e recebe o nome de Palácio Tiradentes. Igualmente, a cidade onde nasceu mudou de nome e passou a se chamar Tiradentes.

Origem do Feriado de Tiradentes

No ano de 1789, uma parte da população de Minas Gerais fez uma tentativa de revolta separatista contra o domínio dos portugueses no Brasil. Tiradentes foi ativista desse movimento e o único condenado à morte por enforcamento.
Por este motivo, as suas ações são reconhecidas como atos heroicos que lhe garantiram o status de importante figura histórica brasileira.
O feriado foi estabelecido pela Lei Nº 4.897/1965 durante o governo do presidente Castelo Branco.
O nome de Tiradentes está escrito no Panteão da Pátria e da Liberdade Brasileiro (conhecido como o “Livro dos Heróis da Pátria”) desde 21 de abril de 1992.

DIA DA POLÍCIA CIVIL.

Dia da Polícia Civil

Próximo  21 de Abril de 2018 (Sábado)
Dia da Polícia Civil é celebrado anualmente em 21 de abril no Brasil.
Esta data homenageia o órgão responsável pela segurança da população e a manutenção da ordem pública, seguindo as leis e normas de boa conduta em sociedade.
Cada estado brasileiro possui um núcleo da polícia civil, somando 27 entidades no Brasil (26 estados e o Distrito Federal).
A criação do Dia da Polícia Civil é uma homenagem à figura de Tiradentes (Joaquim José da Silva Xavier), o patrono das polícias brasileiras (civil e militar).
Aliás, além do Dia da Polícia Civil e Dia de Tiradentes, em 21 de abril ainda se comemora o Dia da Polícia Militar.
O dia 21 de abril simboliza a data do enforcamento de Tiradentes, membro da 6ª Companhia de Dragões de Minas Gerais, um valente grupo que lutou no movimento da Inconfidência Mineira.
Saiba mais sobre o Dia de Tiradentes.
Por norma, como forma de celebração, as unidades da polícia civil organização desfiles de tropas e demonstrações cívico-militares.
A principal função dos policiais civis é investigar crimes, reunindo provas para identificar os autores destes delitos.
São os policiais civis que também ajudam a patrulhar as ruas, mantendo-se sempre em alerta para proteger a comunidade.

DIA DA POLÍCIA MILITAR.

Dia da Polícia Militar

Próximo  21 de Abril de 2018 (Sábado)
Dia da Polícia Militar é comemorado em 21 de abril.
A data celebra a presença desta força de segurança pública que tem o objetivo de garantir a ordem pública a partir do policiamento ostensivo.
Esses profissionais arriscam as suas vidas diariamente para proteger as comunidades, combatendo e investigando crimes que estejam previstos no Código Penal Brasileiro.
Cada estado brasileiro e o Distrito Federal conta com um núcleo da polícia militar, que são diretamente subordinados pelos seus respectivos governos estaduais.
Esta data é celebrada em 21 de abril em homenagem a figura de Tiradentes, o patrono da polícia brasileira. Este herói nacional morreu enforcado nesta mesma data em 1792, como um dos membros do 6ª Companhia de Dragões de Minas Gerais, que lutou no movimento de independência que ficou conhecido por Inconfidência Mineira.
Normalmente, como modo de celebrar esta data, as unidades da polícia militar, assim como a civil, organizam desfiles de tropas e fazem demonstrações ao público de suas táticas de combate.

ESPIRITUALIDADE E OS PROBLEMAS FINANCEIROS/DÍVIDAS.

Espiritualidade e os PROBLEMAS FINANCEIROS / DÍVIDAS: Origem pode ser VAIDADE e ORGULHO ?

Estamos vivendo uma época de grave crise econômica e desemprego no Brasil, embora a mídia fique tentando abafar isso.

Toda hora vejo pessoas com problemas financeiros, endividadas e desempregadas, como há muitos anos eu não via.

Por isso, queria fazer uma sugestão a todos que estão passando por isso.

O que eu mais vejo acontecer são pessoas que estão mergulhadas em dívidas porque gastam mais do que ganham. Mas ninguém deve cair nesse erro. Prestem atenção...

Quando perdemos nosso emprego e não temos mais condições de arcar com as despesas da casa, precisamos dar um jeito de diminuir essas despesas, ao invés de criar uma dívida que pode nos escravizar durante anos e anos.

Observo que muitas pessoas caem nesse erro. Estão sem dinheiro e não possuem recursos para pagar as contas do mês. Nesse caso, elas continuam mantendo as mesmas contas, da mesma forma. Isso vai criando uma dívida no banco ou em outro lugar que acaba se tornando uma bola de neve. Cada vez vai aumentando mais. Sabemos que os bancos (tão "solidários" como são), não se importam minimamente com as pessoas, e cobram juros em cima de juros. Após um tempo, a dívida se torna impagável... e acontece de uma pessoa praticamente trabalhar para pagar uma dívida que é feita de juros, sobre juros, sobre juros, sobre juros.

Ficamos anos presos a essa dívida e trabalhamos para o sustento do banco, que já é bilionário.

Por isso, quando você não tiver mais dinheiro para pagar certas contas, é preciso dar um jeito de diminuir suas despesas. Já vi muitos casos de, por exemplo, pais que mesmo endividados e sem dinheiro, mantem seus filhos em escolas particulares. Não é possível fazer isso, pois a dívida só vai crescer e a situação tende a piorar mais e mais. Coloque os filhos em escolas públicas... 

Percebo que muitos, até por uma questão de orgulho, não querem baixar seu padrão de vida e caem na escravidão das dívidas, dos juros sobre juros... e a situação acaba piorando cada vez mais. É melhor diminuir nosso padrão de vida do que ficar amarrado por anos a uma dívida.

É triste, mas é melhor diminuir as despesas agora do que ficar trabalhando anos e anos apenas para sustentar um banco, sem poder fazer mais nada, numa forma de escravidão moderna.

Por isso, diminuam suas despesas... não façam dívidas.

(Hugo Lapa)

CUIDADO REDOBRADO AO PEGAR O VOLANTE.

          Atenção senhores e senhoras motoristas, as multas agora devem fazer um estrago no bolso de muita gente. Mas, está certo, já que o bolso, é a parte mais sensível do corpo humano. E você que gosta de tomar um golinho, daqui pra frente, sendo pego, vai amargar uma cadeia de 5 a 8 anos de detenção, além de perder a carteira. Alguns, que são diferentes dos iguais, é provável que ajudem a enriquecer um pouco mais os advogados. O melhor mesmo, é seguir as leis do transito e ter calma ao pegar o volante.

sexta-feira, 20 de abril de 2018

HERÓI DA VIDA REAL.



No RJ, professor tira 

dúvidas de física e matemática de graça para quem precisar


Muitos heróis anônimos estão fazendo a diferença em nosso país e, nada mais justo que compartilharmos com vocês quem são essas pessoas.
Uma foto postada pela carioca, Van Novaes ganhou muita repercussão nas redes sociais, pois ela registrou o momento em que um professor estava dando aulas particulares para quem quisesse, em uma praça, no bairro do Botafogo, Rio de Janeiro.
O local escolhido foi a Praça Compositor Mauro Duarte e, mesmo debaixo do sol e do calor do verão carioca, este senhor, que é professor de física e matemática, resolveu oferecer seus serviços, tirando as dúvidas de quem precisasse.
Silvério Morón tem 63 anos e é formado em Engenharia. Ele trabalhou 2 anos como engenheiro, 25 como comerciante e, há 14 dá aulas particulares, paixão que descobriu quando tinha 49 anos. Seu amor por lecionar é tão grande, que ele conseguiu fazer uma reserva financeira para que pudesse se dedicar também a quem não tem condições de pagar pelas aulas particulares.
Agora, de segunda a sexta-feira, das 11h às 14h seu horário é reservado para o trabalho voluntário, na famosa praça do Rio de Janeiro.
Ele se propõe a ensinar desde os iniciantes até quem possui dúvidas mais complexas, como é o caso de Márcio Almeida da Silva Júnior, que cursa o primeiro semestre de Engenharia Mecânica e estava com tantas dificuldades que pensava seriamente em trancar a faculdade. Foi quando ele teve a sorte de conhecer o dedicado professor, que prometeu que o ajudaria até que ele se formasse, sem cobrar nada.
Silvério deixa claro que para ajudar alguém basta conhecimento e boa vontade: “Já pensou se aparecem mil pessoas com o mesmo pensamento que eu? Você acredita que alguém passe 60 anos sem aprender nada na vida?”
De fato, esta é uma atitude que nos deixa orgulhosos e esperançosos e, que certamente já ajudou a vida de muitos estudantes, como este que quase largou a faculdade: “Eu não ia mais para a faculdade a partir daquele dia. Já tinha falado com meu pai e minha mãe. Foi uma luz no meu caminho”.

MENSAGEM QUE VOCÊ PRECISA ASSISTIR.



          Assino em baixo tudo que aqui foi dito. Penso que os cortes devem começar de cima para baixo, em todos os níveis. Mas é cortar mesmo, para que, porque se precisa de tanto dinheiro? Mais dias, menos dias, todos nós vamos embora de mãos vazias e só vamos deixar discódia para os herdeiros. Se cada  um de nós deixarmos uma boa educação para os nossos filhos, já teremos feito bem, o nosso papel.
          Se concorda, repassem para os seus contatos, e vamos mostrar aos que deveriam ser os nossos representantes, a força do povo.

EM ABRIL DATAS IMPORTANTES

EM ABRIL  DATAS IMPORTANTES

     Este mês de Abril assinala duas datas de grande importância para a humanidade e particularmente para os espíritas.
      
     18 de Abril de 1857
     Na manhã do dia 18 de Abril de 1857, com a chancela do editor Pierre-Paul Didier, 1.500 exemplares de "O Livro dos Espíritos" começaram a ser vendidos em Paris.
     Os créditos impressos na capa do livro não deixariam dúvidas quanto a autoria da obra: - "Escrito e publicado conforme o ditado e a ordem dos Espíritos Superiores". A partir daí, com essa portentosa obra, a humanidade começaria a tomar conhecimento de maneira clara e objetiva sobre a sua realidade espiritual e passava a ter resposta para questões como: "afinal, o que somos? de onde viemos e para onde vamos"?
     
     1º de Abril de 1858
     Após a publicação da primeira edição do Livro dos Espíritos o número de pessoas interessadas em estudar o Espiritismo aumentava a cada dia.
     Inicialmente as reuniões realizavam-se no apartamento do sr. Allan Kardec e Amelie na rua de Martyrs, número 8. Todas as terças feiras quinze pessoas, em média, participavam de reuniões privadas. Mas em pouco tempo o número de visitantes dobrou e a sala ficou acanhada para tanta gente.
     Os frequentadores mais assíduos propuseram, então, ratear o custo do aluguél de um novo espaço. Kardec aceitou a oferta e decidiu formalizar a sociedade, com o aval das autoridades competentes.
     Batizada de Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas, esta associação, ainda um tanto improvisada, nos primeiros meses de 1858, tornara-se o embrião da primeira Sociedade Espírita do mundo.
     No dia 1º de Abril de 1858, três meses depois do lançamento da Revista Espírita, a Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas, agora oficialmente constituída, passou a ocupar, com a autorização do Governo, um endereço próprio; um salão alugado, por um ano, no Palais-Royal, na Galeria Valois.
     Nas páginas da Revista Espírita, em maio, Allan kardec anunciou a constituição da nova Sociedade Parisiense:
     - "A Sociedade, cuja formação temos o prazer de anunciar, composta exclusivamente de pessoas sérias, isentas de prevenções e animadas do sincero desejo de esclarecimento, contou, desde o início, entre os seus associados, com homens eminentes, por seu saber e por sua posição social. Estamos convictos de que ela é chamada a prestar incontestáveis serviços à constatação da verdade".
     Kardec assumiu a presidência do grupo e informou, então, que o Espírito São Luiz era o diretor  espiritual da Sociedade. Mais tarde, uma mensagem de São Luiz,  serviria de orientação para os trabalhos de intercâmbio com o Mundo Espiritual.
     -"Tudo pesar e amadurecer, submeter ao controle da mais severa razão todas as comunicações que receberdes, não deixar de pedir, desde que uma resposta vos pareça duvidosa ou obscura, os esclarecimentos necessários para vos convencer".
1º de Abril de 1858/ 1º de Abril de 2018: 160 anos da constituição da primeira Sociedade Espírita.

LIVROS PARA CRIANÇAS DEVEM RESPEITAR CADA PERFIL. JOSÉ MORAIS.

José Morais: livros para crianças devem respeitar cada perfil

Galeno Amorim
Para o educador José Morais, pesquisador da Universidade de Bruxelas, na Bélgica, onde desenvolveu uma carreira acadêmica brilhante e ajudou vários países a organizarem suas bases curriculares da educação, a leitura de literatura tem um papel essencial na alfabetização das crianças. Mas adverte: livros são como remédio e devem ser ministrados de acordo com o paciente.
  
Há uma idade certa para alfabetizar?
R) Há países em que a alfabetização é iniciada aos cinco anos, enquanto em outros ela se dá aos seis anos. Não há uma idade certa. Mas o ideal é que haja uma inicialização precoce ao mundo das letras, para uma melhor adaptação. As crianças devem ser estimuladas e desafiadas desde cedo para aprender e progredir. Mas ela deve estar alfabetizada logo no primeiro ano do Ensino Fundamental.

Qual é a importância da leitura literária para a alfabetização?
R) É importante a leitura de textos que sejam ajustados e direcionados à criança de acordo com sua idade e conhecimento. Textos bem escritos e de fundo literário podem ser postos à disposição da criança, mas com a ressalva de que, enquanto ela não sabe ler, não há sentido algum trata-la como se ela pudesse ler aquilo. Entretanto, os próprios pais podem fazer esse tipo de leitura aos seus filhos. Já quando ela passa a ser capaz de ler de forma autônoma, é ideal, tanto para seu desenvolvimento quanto para o próprio conhecimento da língua, que tenha acesso à boa literatura.
O que seria um ambiente alfabetizador em casa?
R) Nem é preciso ter muito conhecimento científico para saber disso: é fundamental que exista uma espécie de triangulo entre criança, família e escola. Deve haver muita relação entre eles até para que haja colaboração e acompanhamento. A discussão e a  transmissão da informação são importantes para que a leitura da criança seja coordenada de forma adequada.
A leitura literária pode cumprir um papel importante no processo de alfabetização?
R) Com certeza que sim. Em toda escola, a criança deve ter acesso a uma biblioteca escolar e precisa haver uma harmonização baseada no estado de desenvolvimento da leitura de cada criança para, assim, introduzi-la, pouco a pouco, a acervos literários maiores e mais complexos.

SEMANA DE ANIVERSÁRIO DO LIVRO DOS ESPÍRITOS.

PARIS - 18 de ABRIL de 1857         Nesta data a humanidade começava a tomar conhecimento através de "O Livro dos Espíritos...

Popular Posts